5 de jun de 2018

Abandonados pelo governo, Guardas Municipais de Chapadinha cogitam paralisar atividades

Antenor Ferreira

Após significativos avanços nos últimos anos, informações dão conta que integrantes da Guarda Municipal de Chapadinha cogitam paralisar suas atividades, caso o executivo não melhore às condições de trabalho e não invista na aquisição de materiais e equipamentos exigidos pelo exército, após a liberação do uso de arma de fogo em serviço.


Recentemente uma carta anônima foi divulgada por um blog local, escancarando o caos enfrentado pelos membros da corporação.

Os integrantes acreditam que o EXECUTIVO esteja interferindo na tramitação do projeto do estatuto da categoria na Câmara Municipal. O projeto já deveria está nas comissões, mas até o momento a presidente Vera não o encaminhou.

Soma-se a isso a falta de fardamento, manutenção e combustível insuficiente para as viaturas, além das gratificações por função que foram retiradas. Uma falta de respeito com esses servidores que muito contribuem para nossa segurança e hoje são um exemplo de atuação para as demais cidades que possuem Guardas municipais.

Essa página divulgou por diversas vezes ações heróicas dos membros dessa instituição, que mesmo não tendo a estrutura devida, não fogem da árdua missão de defender os cidadãos de bem desse município, diariamente.

Nossa página se solidariza com todos esses profissionais, na esperança que o prefeito Magno Bacelar assuma de fato a cadeira de prefeito e enfim faça algo de bom pela nossa cidade, não deixando que os Guardas abandonem suas funções, deixando uma lacuna impreenchível na nossa segurança pública.

0 comentários:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para nós.

Pesquise