2 de jun de 2017

Tinha que ter marmelada: Instituto que administra UPA de Chapadinha é acusado de desviar 18 milhões dos cofres públicos

Antenor Ferreira
Informações: Luís Cardoso 

A Polícia Federal prendeu na tarde dessa sexta-feira, 02, dirigentes da empresa IDAC, que presta serviços ao governo do estado do Maranhão e aqui em Chapadinha administra a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), construída na gestão da ex-prefeita Dulcilene Belezinha e inaugurada no último dia 29 de março, aniversário da cidade. 


A operação batizada como "Rêmora" é mais um desdobramento da operação Sermão dos Peixes, também da PF, que chega a sua 4ª fase. A suspeita é que a empresa que faturou cerca de 200 milhões desde 2015, prestando serviços na área de saúde no governo Dino, tenha desviado mais de R$ 18 milhões dos cofres públicos. . 

Dinheiro encontrado pela Polícia Federal nas dependências da IDAC 
Foram cumpridos 19 mandados judiciais, sendo: 4 mandados de prisão preventiva, 1 mandado de prisão temporária e 9 mandados de busca e apreensão. A justiça ainda determinou o sequestro e bloqueio de bens da organização, que superam a casa dos 12 milhões de reais. 

Um funcionário da empresa, registrada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) foi preso com mais de 70 mil reais em espécie, na sede da IDAC. Veja vídeo: 


Informações atualizadas dão conta que uma nova busca feita ainda essa noite encontrou mais dinheiro na sede da empresa, reforçando as suspeitas de desvios de dinheiro público. 

A notícia caiu como uma bomba sobre à população de Chapadinha, que começou a entender o por quê da UPA até o momento não ter funcionando devidamente, despertando dezenas de reclamações de seus usuários. 

Um médico que presta serviço na unidade destacou que ela vem operando com menos de 40% de sua capacidade, dada a ausência de profissionais, equipamentos e até medicamentos. 

Há também o relato de salários atrasados, sem a devida previsão de pagamento. 

Logo que anunciado que a UPA seria administrada pelo governo do estado, deixando claro que apenas figurinhas carimbadas iriam compor o seu quadro, profissionais e até parlamentares aliados do prefeito de Chapadinha, Magno Bacelar, externaram o total descontentamento com a noticia, dado a gama de profissionais ociosos em nosso município. 

Agora estamos entendendo o por quê de todo o privilégio dessa empresa e podemos ter certeza que muitos capítulos dessa novela ainda virão. 

Chapadinha que se cuide! 



0 comentários:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para nós.

Pesquise