8 de mai de 2017

No rádio Belezinha joga por terra mentiras do atual governo e mostra segurança para disputar nova eleição

Prefeita rebateu afirmações do governo, destacando esforços para deixar o município adimplente em sua gestão e o total descaso do prefeito Magno com a saúde e educação do município

Antenor Ferreira

Terminou agora a pouco uma entrevista contundente da empresária e ex-prefeita de Chapadinha, Ducilene Belezinha, à rádio Mirante AM/FM, onde ela apontou vários pontos e jogou por terra as cabeludas mentiras da atual gestão do prefeito Magno Bacelar (PV), marcada por graves denúncias e insatisfação da população chapadinhense.

Foto: Adorildo Japa 
Infelizmente não pude acompanhar a entrevista desde o início, mas trago aqui alguns pontos que acompanhei:

CHAPADINHA NOVAMENTE INADIMPLENTE

Belezinha destacou a situação em que o município de Chapadinha foi deixado, adimplente e com milhões em conta, ao contrário do que aconteceu quando recebeu o município das mãos da ex-prefeita Danúbia Carneiro, que no último fim de semana entregou o cargo de secretária de educação do município.

Ela destacou que seus advogados impetraram na justiça com uma "liminar geral" que a inocentou das práticas nocivas das três gestões anteriores (2000 - 2012), que dada a reprovação de contas e comprovações de desvios, deixaram o município completamente inadimplente. Através dessa liminar o município pôde celebrar novos convênios.

A ex-prefeita destacou sobre os convênios que não puderam ser executados, devido o problema que o país enfrentou com o processo de impeachment da presidente Dilma, acrescentando que o município nesse exato momento está ficando inadimplente, situação que se agrava com a impossibilidade de renovar a liminar por ela usada, haja vista que essa foi impetrada justamente contra o casal prefeito Magno e Danubia.

PERSEGUIÇÕES

A ex-prefeita destacou que em nenhum momento dedicou seu tempo a armar para quem deixava a gestão do município, buscando deixar quem quer que fosse inelegível, como assim foi feito com ela ainda no ano de 2010, quando seu nome era apenas cogitado para disputar eleições municipais.

ACUSAÇÕES MENTIROSAS

Belezinha também rebateu afirmações levianas de uma coordenadora de educação do município sobre o PDDE (Programa Dinheiro Direto na Escola), sendo que na verdade os problemas levantados são oriundos do ano de 2005, primeiro ano da segunda gestão de Magno Bacelar, reafirmando que em sua gestão tudo ficou adimplente, qualquer reprovação de contas, como assim vem sendo divulgando pelo atual governo.

CONTAS E PRECATÓRIOS

A ex-prefeita mencionou que mensalmente são descontados das contas do município cerca de R$ 300.000,00 referentes a precatórios e pagamentos de débitos parcelados, como os deixado com a previdência social do município.
CONVÊNIOS RESULTANTES DE SEU GOVERNO

Ainda sobre os convênios firmados em sua gestão, Belezinha mencionou que já caiu nas contas do município 50% dos recursos para construção da Praça da Fé e o dinheiro para construção da rodoviária ficou em conta, todos projetos aprovados na Caixa Econômica Federal.

SAÍDA DE DANÚBIA

A empresária mencionou sobre os vários casos de desvios de recursos desviados pela ex-prefeita Danúbia Carneiro, que pode ter sido alguns dos fatores que pesou para sua desistência do cargo de secretária de educação.


INSEGURANÇA DO GOVERNO

Ela também destacou o clima de insegurança do governo, dado o iminente risco de nova eleição no município, numa situação em que não há acordo quanto um candidato para representar o grupo, numa possível eleição.
SERVIDORES IRREGULARES E SEM PAGAMENTO

A ex-prefeita denunciou a situação irregular de servidores, ASGs, vigias e outros, os quais estão servindo o município a base de contratos ilegais, pois em seu governo esses servidores eram lotados por meio de cooperativas, mencionando ainda a ausência de pagamentos desses servidores que estão há pelo menos 3 meses sem receber nem um centavo.

A empresária e ex-prefeita prosseguiu destacando a situação dos garis que sem receber não tem como colocar alimento em sua mesa.

EDUCAÇÃO QUEBRADA

Belezinha rebateu afirmações da ex-secretária de educação que anda afirmando que a educação do município estava quebrada, ao tempo que alunos hoje estão sem aula e educadores sem receber um centavo, enquanto no rádio o prefeito e sua companheira afirmam que o município tem milhões em conta.

Ela demonstrou preocupação com a atual situação da educação do município, dada os alunos que ainda permanecem sem aulas, a ausência de professores, entre outros problemas. 


ESTRUTURA SUCATEADA E PAGAMENTOS IRREGULARES

A ex-prefeita revelou a situação de ônibus e veículos do município que estão quebrados e ainda denunciou a existência de pagamentos feitos em mãos a prestadores de serviço, sem licitação ou ordem de pagamento, como preceitua a lei.

Ela rebateu as afirmações do governo sobre máquinas sucateadas, deixando claro que todas as máquinas e veículos foram entregues funcionando, sem faltar qualquer equipamento, ao contrário do que acontece hoje, com veículos em meio ao mato, entregues ao abandono.

SAÚDE: HAPA E UPA PRECÁRIOS 

Partindo um pouco pra área da saúde ela relembrou as 18 especialidades médicas que haviam em sua gestão, hoje inexistentes, destacou sobre a UPA, conquista de sua gestão, a qual infelizmente está funcionando de maneira precária.

Ela destacou a situação do Hospital Antonio Pontes de Aguiar (HAPA), hoje sem nada, numa situação em que alguns chefes de setor começam a ameaçar entregar seus cargos, dada as mínimos condições de funcionamento.

A situação do HAPA só não é pior que da maternidade do município, inaugurada no dia 29 de março, aniversário da cidade e que até agora nunca funcionou, também comentada pela ex-gestora. 

ESTRADAS NA ZONA RURAL 

A ex-prefeita mencionou os vários quilômetros de estrada por ela deixados, resultantes de convênios firmados com a ex-governadora Roseana Sarney e INCRA, mencionando inclusive a existência de recursos em conta, para prosseguimento dessas obras, que beneficiaram e tiraram do isolamento dezenas de povoados. 

O PEIXE QUE FEDEU 

Prosseguindo com sua entrevista ela falou dum assunto que fedeu muito, que foi as supostas 40 toneladas de peixes entregues durante a semana santa, destacando a indagação sobre a real quantia adquirida, haja vista que o caminhão mostrado nas imagens tem capacidade apenas para metade da quantia anunciada.  

NOVA ELEIÇÃO 

Respondendo indagações de alguns ouvintes da emissora de rádio, Belezinha disse está a disposição do grupo, havendo uma nova eleição, não destacando a possível mudança apenas de legenda, haja vista uma possível conjuntura entre PRB e o atual partido do governador PCdoB, deixando claro que não comunga com o modelo de gestão praticado por Flávio Dino. 

Belezinha taxou o governo de Flávio Dino de mesquinho e vingativo, narrando ter sido vítima do governador, pelo fato de não ter apoiado sua eleição. 

DIÁRIO FALSO

A ex-mandatária chamou atenção para a divulgação de um extrato do suposto diário oficial do município, com os valores referentes a compra do peixe da semana santa, destacando que o município não aprovou nem uma lei que trata da criação do D.O, pedindo para que os vereadores e autoridades busquem investigar tal fato. 

Belezinha encerrou sua entrevista agradecendo o carinho dos ouvintes que reafirmaram o apoio ao seu nome, deixando claro incondicional apoio a seu nome e deixou breve mensagem de parabéns as mães chapadinhenses pelo seu dia, a festejar-se no próximo domingo, 14 de maio. 

Um comentário:

  1. Show de entrevista, parabéns confie em Deus Ele é fiel.
    M.M.F

    ResponderExcluir

Sua participação é muito importante para nós.

Pesquise