7 de fev de 2017

Saúde "Boa demais": Em Chapadinha PM morre sem atendimento, por falta de ambulância

Antenor Ferreira 

CAOS!!! Indiscutivelmente não há outra palavra para definir o atual estado da saúde de Chapadinha/MA, especialmente no Hospital Antonio Pontes de Aguiar (HAPA). 


No último sábado, 04, chapadinhenses assistiram atônitos e impotentes o sofrimento de um PM e familiares, que clamavam por socorro, enquanto o município não tinha uma única ambulância disponível, para a remoção da vítima até São Luís. 

A ausência do socorro em minutos cruciais, bem como a notável ausência de materiais e estrutura para atender o PM alvejado, custou uma vida, que poderia ser salvo. 

O comando do 16º BPM até que tentou o socorro, solicitando apoio do Grupo Tático Aéreo da PM, o GTA. Infelizmente era tarde e nada mais pôde ser feito, há não ser unir vozes num único lamento. 

O mais revoltante de tudo é que uma das ambulâncias, conquistada da última gestão, estava quebrada justamente nos fundos da unidade, há dois dias, segundo informações de funcionários do hospital, que revoltaram-se com a cena. 



Enquanto isso, internautas e usuários de aplicativos denunciavam o caos vivenciado na unidade e a "preocupação" do secretário municipal de saúde, Mozart Junior, sobrinho do prefeito, que supostamente foi visto ainda na mesma tarde passeando tranquilamente num shopping de São Luís. Brincadeira, né?




Pois é meus amigos. Essa sim é a saúde "boa demais", que o povo de Chapadinha tanto "precisa". 

0 comentários:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para nós.

Pesquise