15 de fev de 2017

Menor de 17 anos toca o terror como o maior ladrão de motos de Chapadinha

Antenor Ferreira 

Nos últimos dias Chapadinha tem ficado apavorada com a atuação desenfreada do menor de iniciais M.R.A, 17 anos, suspeito de inúmeros roubos a motos na sede e zona rural do município. 

O menor acumula vítimas e não demonstra nenhum tipo de receio, quando o assunto é prática criminosa. 

Quase sempre em poder de arma de fogo, o elemento age dia e noite, acabando com os sonhos de cidadãos de bem que ralam para comprar seu transporte, mas que duma hora para outra sentem a dor de ter sonhos transformados em pesadelos, com o aval da impunidade que reina nesse país. 

O infrator foi conduzido diversas vezes a Delegacia Regional de Polícia Civil, de onde quase sempre é liberado horas depois, por determinação da justiça. A solta ele volta a aterrorizar os chapadinhenses, que hoje temem qualquer momento perder seus veículos e a própria vida. 

Além disso ele chegou a passar 45 dias recolhido na unidade de reabilitação Canaã, em São Luís, por conta do homicídio praticado contra o popular "Peixeiro". 

Somente nessa terça-feira, 14, surgiram nas redes sociais e aplicativos inúmeros relatos de vítimas que tiveram veículos roubados pelo menor. Acompanhe: 

Internauta se revolta ao relatar sobre mais uma vítima do menor que está tocando o terror em Chapadinha 

Vítima desabafa após reconhecer menor em mais uma desenfreada ação 

Uma fonte confirmou que de fato foram registrados vários boletins de ocorrência e algumas vítimas reconheceram o meliante como autor dos roubos. Ao menos 6 no intervalo de horas. 

Relatos de pessoas vítimas do menor dão conta que o mesmo tem prometido tocar terror em Chapadinha, até que chegue o momento de sua morte, algo que pra ele está bem próximo de ocorrer.  

Dada a impotência da polícia que prende, porém é obrigado a soltar, chapadinhenses se perguntam: Onde vamos parar com tanta violência? 

0 comentários:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para nós.

Pesquise