8 de fev de 2017

Em carta aberta, ex-secretário Aluízio Santos destaca o descaso do governador Flávio Dino, com o povo de Chapadinha


CARTA ABERTA AO GOVERNADOR DO ESTADO DO MARANHÃO




“Prefiro os que me criticam, porque me corrigem, aos que me elogiam, porque me corrompem”. (Santo Agostinho)


Exmo. Sr. Flávio Dino,

Infelizmente, aos poucos, V. Exa. vai perdendo todo crédito diante da opinião pública maranhense.




O Maranhão assiste estarrecido à mais escandalosa onda de violência, de descaso com a saúde pública e com a educação vista no Estado – vide as mais variadas cartas abertas de gente do povo e de segmentos da sociedade civil a respeito destes temas.
Sua dignidade vai sendo consumida.




V. Exa. clamou que faria um governo para todos, cunhou então o slogan “Maranhão de todos” como marca midiática de sua administração, era como se dissesse que os governos anteriores ao seu governavam para grupos sociais e econômicos em detrimento do povo, não poupou nem seus padrinhos políticos, o amigo socialista Jackson Lago e o eterno amargurado José Reinaldo Tavares.

Porém, seu governo é o oposto da sua propaganda, cada vez mais mostra-se como um governo de compadres, de caciques e até de coronéis; foi um destes, que é deputado, Cel. Deputado Levi Pontes, quem afirmou, recentemente: “agora o governador vai fazer parcerias com os novos prefeitos, afinal, saíram aqueles eleitos no tempo da Roseana”.
E isso é o contrário de toda Moral. É contrário ao tal “Maranhão de todos”.

Maranhão de todos e o governo de V.Exa., hoje, são termos absolutamente contraditórios.
Mas é isso mesmo, a “ética” marxista, que o Senhor adota, afinal é membro exponencial do Partido Comunista do Brasil, permite tudo. Para o marxismo, que o senhor defende, ético é tudo o que favorece o triunfo da sua causa, quaisquer que sejam os meios empregados.




Na vossa campanha, V. Exa. quase acampou aqui em Chapadinha, nossos eleitores acreditaram em sua promessas, não procuraram saber de sua história nem da de seu partido. V. Exa. achou pouco as obras de construção do Hospital Regional, iniciadas no governo Roseana, e prometeu inaugurá-lo assim que assumisse, inclusive ampliando o número de leitos, palavra de seu misto de Coronel e Deputado, Levi Pontes. Até esta data, contudo, não o ampliou, nem o inaugurou, ao contrário, paralisou-o.

Agiu do mesmo modo com relação às construções do Centro de Hemodiálise e do Mercado Público Municipal, obstruiu o pagamento das verbas conveniadas com o governo do Estado, sem nenhuma razão legal.




A segurança pública só não está na “UTI” porque a saúde tomou de conta da única que existia; a segurança pública é alvo de zombaria da marginalidade. O maranhense está à mercê da sorte, nossas corporações militares sucateadas, desprestigiadas, relegadas a terceiro plano.




Quer dizer, então, que nesses dois anos passados o “Maranhão de todos” não se expandiu para Chapadinha, o ódio à Prefeita resvalou no povo chapadinhense, o povo que a sufragou majoritariamente, com mais de 60% dos votos.




Desse modo, a incoerência e a demagogia são intrínsecas, são essenciais ao governo de V. Exa.

Diante de tudo isso, V. Exa. já não tem mais nem crédito, nem moral, diante de Chapadinha e do Maranhão.

Ninguém que pense um pouco, em Chapadinha, acredita que V. Exa. ignorava a existência dessas obras e das condições péssimas da segurança pública, e que elas só não foram concluídas e acudidas pelo fato de a Prefeita da época não rezar em vossa cartilha. É evidente que V. Exa. sabia de tudo, e que V. Exa. não diz a verdade quando faz alegações desairosas para justificar seus mais de dois anos de abandono ao nosso município e região, quem tiver dúvidas veja as condições intragáveis da MA que liga Chapadinha a Buriti, pergunte a qualquer outro morador dessa região, do Munim ao Baixo Parnaíba, como anda a segurança pública.




Como crer então em sua palavra?

Como então ousa V. Exa. se apresentar como o governante que vai renovar o Maranhão?

V. Exa. não engana mais ninguém, vós viestes de oligarcas, marcados pelo uso de métodos arcaicos da velha política, gente como Humberto Coutinho ou José Reinaldo, macacos velhos nas tramas para obter mandatos e mandos, sem eles não seria nada na política. Vós vos agarrais, hoje, em Chapadinha, com a nata da política profissional, repetindo a história da velha política oligarca que dizeis combater. Mente, mente, mente repetitivamente, esperançoso de que esta mentira vire verdade.




Ninguém aguenta mais nem esse engodo de governo, nem essa sua ideologia comunista que tem o poder pelo poder, a qual o mundo vai rejeitando.




V. Exa. engabelou o Maranhão com a historinha de que nosso Estado foi o último do nordeste a romper com a oligarquia, pura mentira, basta ver com quem andas para os fatos vos denunciarem. Mas uma coisa garanto: se não foi o último a romper com oligarquia, até porque isso é apenas propaganda, o Maranhão com vossa eleição foi o primeiro a ser governado por um partido comunista, a ideologia que mais desgraçadamente fez e faz mal ao mundo.

Chapadinha, 08 de janeiro de 2017.
Aluizio Santos

Um comentário:

  1. Felizmente concordo com Aluísio Santos. Sou de chapadinha. Mas moro em São Luís. Estamos a mercer da própria Sorte,se tratando de saúde e segurança.

    ResponderExcluir

Sua participação é muito importante para nós.

Pesquise