Plantão

8 de fev de 2017

População revoltada invade delegacia e tenta queimar viva mãe que matou criança ao incendiar a própria casa, no interior do Amazonas

Informações: Portal do Zacarias 

Uma mulher de 30 anos, identificada como Lucinete da Costa Gama, acusada de incendiar a própria casa, provocando a morte de uma criança e deixar outras duas com terríveis queimaduras, foi espancada por pessoas revoltadas, que invadiram a 73ª Delegacia Interativa de Polícia do município de Novo Aripuanã (distante 277 km de Manaus/AM), na tarde desta terça-feira,7, para fazer justiça com as próprias mãos.

Acusada sofreu vários queimaduras e por pouco não foi morta pela população 
Lucinete provocou o incêndio mesmo sabendo que sete membros de sua família estavam dentro do imóvel, entre os quais três crianças que foram levadas em estado grave para o hospital de Novo Aripuanã e uma delas, de 2 anos de idade, não resistiu às queimaduras e morreu horas depois, revoltando a população do município, que foi para a frente da delegacia assim que soube da prisão da acusada.

Para evitar que Lucinete fosse arrastada para a rua e espancada até a morte, e depois ter o corpo jogado no fogo ateado em um dos carros que estava no estacionamento da delegacia, os policiais tiveram de agir com rigor e chegaram a disparar tiros de alerta durante a invasão.


Assista vídeo com imagens da acusada sendo colocada em meio as chamas, por populares: 

2 comentários:

  1. Meu deus... A humanidade regrediu a animais. Só deus pode julgar e castigar a gente. Fico triste ao ver o ser humano perdendo sua humanidade.

    ResponderExcluir
  2. Se na justiça não tem pena de morte pra um crime desses... Morte pra essa dai que nem de mãe deveria ser chamada...

    ResponderExcluir

Sua participação é muito importante para nós.

Blogs parceiros