30 de dez de 2016

JOGO SUJO: Magno Bacelar ingressa na justiça para impedir que Belezinha use dinheiro da repatriação, para pagamento de abono em Chapadinha

Antenor Ferreira

E olha só como são as coisas. Mal entrou e já começou a mostrar como de fato será seu governo. 

A prefeita Ducilene Belezinha, que domingo, 1, estará saindo do comando do município de maneira limpa, com pagamentos efetuados a todos os servidores do município e contas em ordem, estava a preparar uma grande surpresa aos profissionais da educação, que seria o pagamento do abono salarial. 

Uma folha enviada a nossa redação mostra os valores que seriam creditados nas contas dos servidores de R$ 1.400,00, para cada profissional de ensino. Os proventos totalizariam mais de R$ 2 milhões, que seriam injetados no município. 

O dinheiro a ser usado para o pagamento do abono é o da repatriação, que deverá ser creditado ao final da tarde de hoje, 30. A folha está pronta, já agendada no gerenciador do Banco do Brasil, de forma que ao entrar o recurso da repatriação, de imediato o valor seria creditado na conta dos servidores. 

Mas, para tristeza dos educadores e surpresa da atual gestora o "prefeito" diplomado Magno Bacelar, que corre o risco de não assumir, por conta dum pedido do Ministério Público Eleitoral de cassação de seu diploma e do vice, Talvane Hortegal (Clique AQUI e entenda), ingressou com uma ação pedindo o bloqueio dos recursos da repatriação. 


Lamentavelmente o juiz Cristiano Simas de Sousa acatou o pedido, impossibilitando a prefeitura de efetuar o pagamento. 

A nossa reportagem a prefeita Ducilene Belezinha informou que já entrou com um pedido de liminar, visando anular a decisão do juiz da comarca e garantir o pagamento do abono. 

Ela espera que o juiz Cristiano Simas seja sensível a necessidade dos servidores, de maneira que todos possam receber os recursos e entrar no novo ano com aquele dinheiro extra no bolso.  

A atitude covarde de Magno Bacelar é algo lamentável e de causar repudia nos servidores públicos, que agora correm sério risco de perder o tão almejado abono. 

A pergunta que não quer calar é:

- Como alguém que tanto criticou a atual gestão, cobrando o pagamento do abono, agora luta para fazer exatamente o contrário?

Lamentável! 


Demonstrativo mostra proventos que deveriam cair nas contas dos servidores da educação de Chapadinha

0 comentários:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para nós.

Pesquise