30 de dez de 2016

Decisão judicial impede prefeita Neidinha de efetuar pagamentos em Santa Quitéria

Antenor Ferreira

Num ato inesperado e um tanto arbitrário o juiz titular da comarca de Santa Quitéria/MA, Danilo Mendes de Santana, determinou o bloqueio de recursos que caíram nas contas do Fundo de Participação do Município (FPM), impedindo que a atual gestão fizesse qualquer tipo de transação financeira. 


A determinação judicial deixou a prefeita Nêda Augusta Meireles, a Neidinha, de mãos atadas, no momento em que se buscava pagar todos os débitos deixados pelo prefeito afastado Sebastião Moreira, em especial dos funcionários contratados da pasta da saúde. 

A determinação, informada tanto ao executivo, como a agência local do Banco do Brasil, jogou por terra o sonho dos servidores de entrar no novo ano com as contas em dia. 

A prefeita Neidinha relatou ao nosso blog a frustração perante a determinação do juiz, haja vista que tudo já estava pronto, para garantir dinheiro nas contas do funcionalismo. 

Além disso vale ressaltar que somente essa semana foram efetuados R$ 2.354.000,00 em pagamentos.

Ela espera que a próxima gestão seja sensível e busque o sanamento desses débitos, garantindo o pagamento de contratos e profissionais, cujo o município não teve tempo e recurso, para assim o fazer. 

Revoltados servidores municipais têm expressado em redes sociais indagações quanto do por quê de somente agora ser tomado tal decisão, já que o atual governo, desde que empossado tem buscado de todas as maneiras valorizar o funcionalismo público. 

Agora a responsabilidade será repassada ao prefeito Alberto Rocha (PDT), que tomará posse nesse domingo, 1º de janeiro.

Esperamos que o juiz volte atrás, garantindo que ao menos a nova gestão tenha como gerir os recursos, colocando a casa em ordem, como planejava a atual prefeita. 

0 comentários:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para nós.

Pesquise