29 de nov de 2016

Fedeu! Médico solta o verbo e se nega a trabalhar com enfermeira da equipe de transição de Magno Bacelar

Antenor Ferreira 

Pra quem aposta que o improvável governo de Magno Bacelar, na prefeitura de Chapadinha venha a ser marcado por um clima de companheirismo e cordialidade, engana-se. Áudios e imagens que chegaram a nossa redação mostram exatamente o contrário. 


Prints e áudios de uma troca de farpas entre o médico Marcelo Lago e a enfermeira Josinete Rodrigues de Sousa, ou "Josy", como popularmente é conhecida, num grupo de um dos blogueiros aliados de Magno, mostram o clima tenso que paira sobre a equipe de transição. Veja:





Além dos prints, áudios supostamente enviados pelo médico, acusam a enfermeira de ter "armado" para denegrir sua imagem, quando ela esteve a frente da direção do Hospital Antonio Pontes de Aguiar (HAPA). 

Segundo o médico, por meio de uma postagem num blog local, ele acabou tendo que se justificar na delegacia de polícia civil do município, por conta da ausência de médicos na unidade. 

Marcelo indaga sobre a capacidade da enfermeira em compor a equipe de transição de Magno. Ouça: 


Noutro áudio o médico revela que a enfermeira usou de má fé ao coloca-lo na escala de médicos da unidade, enquanto que o mesmo estava trabalhando em Santa Quitéria. Segundo o relato do profissional, na ocasião o HAPA estava há dois dias sem médico. Gestão da ex-prefeita Danúbia Carneiro, que também compõem a mencionada equipe de transição. 

Marcelo foi enfático em dizer que a indicação do nome da enfermeira para equipe de composição é algo lamentável e afirma: "Com você Josy eu não trabalho". 

Acompanhe: 


É minha gente. Se na transição a coisa já tá assim, imagina havendo governo. 

Proteja-nos senhor! 

0 comentários:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para nós.

Pesquise