31 de out de 2016

Desembargador nega liminar que buscava voltar "Moreirão" ao poder e Neidinha do Paulo anuncia para hoje pagamentos em Santa Quitéria

Antenor Ferreira 

A decisão do desembargador Marcelino Chaves Everton, do Tribunal de Justiça do Maranhão, acabou de vez com o poderio do grupo liderado pelo ex-prefeito de Santa Quitéria, Manim Leal. O meritíssimo indeferiu liminar proposta pelos advogados do prefeito afastado Sebastião Moreira (PR), que buscava anular decisão que o tirou do poder. 

"Moreirão" foi afastada de suas funções na tarde da última sexta-feria, 21, por decisão do juiz da comarca do município, Danilo Mendes de Santana, que acatou ação civil pública por improbidade administrativa e descumprimento a Termo de Ajuste de Conduta (TAC), determinando a imediata posse da vice-prefeita Nêda Augusta de Lima. O município estava até o momento num caos sem precedentes, com meses de salários em atraso, e quase todos os serviços essenciais inoperantes. 

Prefeita Neidinha do Paulo por ocasião de sua posse na câmara municipal 
Neidinha do Paulo tomou posse, em sessão na câmara municipal de vereadores, realizada na tarde do dia posterior, sábado, 22. 

Bem, hoje, segunda-feira, 31, "Moreirão" e mais precisamente o ex-prefeito Manim Lopes, que tentou anular a decisão que afastou o prefeito, sofreram nova derrota. 

O desembargador Marcelino Chaves destacou em seu indeferimento da liminar proposta, que não encontrou nada que justificasse a suspensão do afastamento, elogiando o titular da comarca de Santa Quitéria. 

Enquanto isso, a atual prefeita segue trabalhando de maneira firme e intensa, contra o tempo, a fim de colocar o município em ordem, até o próximo dia 31 de dezembro, ocasião em que espera ter inclusive finalizado o processo de transição, passando de maneira definitiva a administração do município ao prefeito eleito, no último dia 2 de outubro, Alberto Rocha (PDT). 

Neidinha anunciou para essa segunda-feira, 31, o pagamento dos servidores públicos municipais, que em algumas secretarias, como a Assistência Social, receberão 2 dos 5 salários em atraso.

Além da nobre e merecida atitude, a prefeita determinou a total restruturação das secretarias municipais e imediata ativação de serviços essenciais, como a retomada das aulas logo após o feriado, recolhimento de lixo e entulho que estavam acumulados pela cidade, contratação de profissionais da área da saúde, em especial os prestadores de serviço no hospital do município. Tudo isso em apenas 9 dias. Uma prova de que quando sequer, se faz. 

O Interligado está acompanhando de perto essas mudanças e ao longo desses dois meses de administração de Neidinha do Paulo, estará tornando público todas as decisões que buscam deixar para trás as cenas de total descaso e desrespeito, que causaram dor e revolta, na população quiteriense. 

0 comentários:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para nós.

Pesquise