18 de set de 2016

Tragédia: Ciclista iraniano morre em prova nos Jogos Paralímpicos do Rio

Bahman Golbarnezhad, de 48 anos, perdeu controle de sua bicicleta e caiu fora do percurso

Do R7

O penúltimo dia de Jogos Paralímpicos foi marcado por uma tragédia. O iraniano Bahman Golbarnezhad sofreu um gravíssimo acidente na manhã deste sábado (17), no ciclismo de estrada, categoria C4-5, nas proximidades da Prainha, no Recreio dos Bandeirantes, na zona oeste do Rio. O atleta foi socorrido, mas morreu a caminho do hospital.



A informação foi confirmada pelo comitê paralímpico do país. A família do atleta logo foi avisada do acontecido. Diversas homenagens a Golbarnezhad devem acontecer até a cerimônia de encerramento das Paralimpíadas.

Golbarnezhad será homenageado na cerimônia de encerramentoDivulgação/Comitê Paralímpico do Irã
O ciclista iraniano estava em sua segunda Paralimpíada. Ele perdeu o controle de sua bicicleta em uma das descidas do percurso de 15 km, bateu em uma mureta e rolou para fora da pista. Outros ciclistas também acabaram se envolvendo no acidente, sofrendo apenas escoriações. 
Bahman, de 48 anos, já havia competido no mesmo local no contrarrelógio da categoria C4, na última quarta-feira (14). Naquela oportunidade, o paratleta havia ficado com a 14ª colocação.


A prova chegou a ser paralisada, mas continuou apesar do acidente com o número 76. O vencedor foi o holandês Daniel Abraham Gebru, seguido pelo brasileiro Lauro César Chaman e o italiano Andrea Tarlao.
O final da prova também foi um tanto assustador. O ucraniano Yehor Dementyev e o australiano Alistair Donohoe brigavam palmo a palmo pela liderança nos últimos metros. Em uma manobra considerada ilegal, o ucraniano fechou o australiano e os dois foram para o chão. Dementyev acabou desclassificado, enquanto Donohoe ainda conseguiu chegar em sexto.
No pódio, o brasileiro Lauro Chaman, beneficiado pelo indidente já na linha de chegada, comemorou a medalha de prata em meio ao clima ruim da prova. O atleta retribuiu o carinho do público que esteve presente espalhado pelo percurso na zona oeste do Rio.

0 comentários:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para nós.

Pesquise