16 de jun de 2016

PM EM AÇÃO: Criminosos presos, armas e veículos recuperados e 4 suspeitos de roubo e tráfico detidos, em mega operação policial em Buriti

Antenor Ferreira
Fots/informações: 16º BPM 

A Polícia Militar tem tirado a sono de bandidagem, com ações rápidas e eficazes, em Chapadinha e região Baixo Paraíba/MA. 


Sob o comando do coronel, Glauber Miranda, os homens do 16º Batalhão tem mostrado cada vez mais honra a camisa que vestem, combatendo firme a criminalidade em nossa região. As últimas operações desses homens resultou na prisão de diversos elementos, recuperação de veículos, apreensão de drogas e ainda a prisão de 4 suspeitos de roubo e tráfico, numa mega operação policial, em parceria com a Polícia Civil, ocorrida no município de Buriti de Inácia Vaz. 

Confira abaixo os detalhes dessas operações: 


TUTOIA

Em rondas pela cidade de Tutóia na avenida Paulino Neves, dois indivíduos suspeitos em uma motocicleta, ao avistarem a viatura empreenderam fuga, foi feita a perseguição aos mesmos que vieram a abandonar o referido veículo e adentraram o mangue, foram feitas buscas mas sem sucesso, não sendo possível a captura dos mesmos.

Foi encontrada também uma arma de fabricação caseira e a moto usada na fuga, que foram entregues na delegacia  de polícia.

Moto e arma de fabricação caseira, apreendidas 

ELEMENTO PRESO COM MOTO ROUBADA

Em rondas na cidade de Tutoia, a guarnição da ROTAM-16 avistou uma moto em atitude suspeita, foi feita perseguição pela avenida principal à referida motocicleta onde foi abandonada nas proximidades do cemiterio,  em ato continuo, iniciou - se a perseguição a pé aos suspeitos, logrando êxito na captura de um dos elementos. Foi feita consulta e a moto  consta com queixa de roubo.

O Elemento foi encaminhado à delegacia junto com o material apreendido para serem tomadas as devidas providências.


Elemento preso pela guarnição de São Bernardo,
após perseguição 

URBANO SANTOS

ACIDENTE DE TRÂNSITO

A guarnição de serviço fora  informada de acidente de trânsito, que ao chegarem ao local encontraram um automóvel, um caminhão e uma moto prensada entre os dois. Observaram o piloto da moto visivelmente embriagado. Logo em seguida foram conduzidos as partes envolvida para a delegacia de Polícia local.







SÃO BERNARDO

PRESO POR LESÃO CORPORAL A MENOR

Foi conduzido o Sr. Adão Alves da Silva, nascido em 14-12-1984, residente na  Rua Marechal Deodoro , São Bernardo, que com um facão  lesionou o menor no pescoço Robson Beneval Silva Lima,  nascido em 19-01-2000 morador na Rua Bernado Fco. da Cunha, São Bernardo, a vítima foi socorrida por populares e o autor capturado e encaminhado a delegacia para providências.




AGRESSÃO A MULHER E SOGRA

Foi conduzido a Delegacia de São Bernardo Francisco Ferreira da Silva Junior, 29 anos residente no povoado Porto formoso, pelo fato do mesmo em  visível estado de embriaguez, agredir sua esposa Marlene Nascimento e sua sogra, a Sra. Francisca Nascimento, ele também chegou a ameaçar as duas de morte com uma faca e uma espingarda, o acusado foi localizado em casa e encaminhado para delegacia para procedimentos.




OPERAÇÃO EM BURITI PRENDE 4 PESSOAS, APREENDE ARMAS, CELULARES, DROGAS E VEÍCULOS 

Matéria na íntegra do blog Correio Buritiense

Uma operação conjunta das polícias Civil e Militar, denominada Volta Buriti, em alusão ao movimento popular que pede o fim da violência e a volta da paz na cidade, com apoio de policiais das cidades de Chapadinha, Brejo e Santa Quitéria, foi desencadeada na manhã desta quinta-feira (16), e acabou com a prisão de quatro pessoas envolvidas na onda de criminalidade que tem assolado o município de Buriti/MA e com a apreensão de 5 armas brancas, um revólver prateado calibre 32, 13 celulares, quatro motocicletas de uso  dos meliantes e drogas.
Francisco das Chagas Bastos dos Anjos, o “Barroso”, de 18 anos, Michael Bruno Santos da Silva, o “Mike”, de 19 anos, Antonio Wilson da Silva Sousa, o “Gegilin”, de 22 anos, e Carlos do Carmo Silva, o “Brinde”, de 20 anos, foram surpreendidos, quando ainda dormiam, com a chegada dos policiais e não reagiram a ação. Os quatro foram presos acusados de participação em assaltos e furtos ocorridos nos últimos anos na cidade de Buriti e em municípios vizinhos.
As últimas ações dos presos, que costumavam agir em revezamento de duplas, eram violentas e eles não se preocupavam mais nem em esconder os rostos. Certos da impunidade e de que as vítimas, amedrontadas, não registrariam as ocorrências, eles agiam livremente. Só que desta vez eles foram capturados e devem permanecer um bom tempo na cadeia.
 Com Gegilin a polícia encontrou a arma calibre 32, com numeração raspada, e que, de acordo com o delegado, teria sido utilizada em quase todos os assaltos do grupo. Com Mike foram apreendidas duas mochilas, contendo vários celulares que devem ter sido fruto de roubos efetuados por ele, e duas motos, uma Biz e uma Fan. Com Brinde a polícia encontrou várias pedras de crack. Já com Barroso, a polícia pegou várias armas brancas, celulares e duas motos, uma Yamaha e uma Pop.
"Gegilin"
"Barroso"
"Brinde"
"Myke"

Abaixo motos apreendidas:

Em conversa com o Correio Buritiense, o delegado Josemar Rocha afirmou existir uma“associação criminosa” atuando em Buriti/MA, e pediu que as pessoas que tenham sido vítimas dos indivíduos presos que compareçam à Delegacia para formalizar a denúncia para que eles sejam severamente punidos, no rigor da lei.
  A operação foi coordenada pelo delegado Josemar Rocha que cumpria determinações de prisão emitidas pelo novo juiz da Comarca de Buriti, Dr José Pereira Lima Filho.
O Delegado relatou ao Correio Buritiense que na operação teve o apoio da Prefeitura Municipal, de policiais civis das cidades de Brejo e Santa Quitéria, do 16°BPM/Chapadinha, do Poder Judiciário e do Ministério Público Estadual.  Ele contou ainda que a representação formulada contra os quatro presos foi assinada conjuntamente com a promotora de Justiça Dr. Herlane, de Brejo, que está respondendo pela Comarca de Buriti, para agilizar o pedido de prisão ao Juiz José Filho que, em menos de 24h, apreciou a representação e expediu os mandados de busca e prisão.
 Correio ouviu o delegado sobre a importância desta operação e ele disse que “hoje Buriti voltou a ter mais tranquilidade” e que “possivelmente, mais um assalto ou mesmo a morte de um cidadão foi evitada”.   “O crime não acabou em Buriti, mas a luta contra ele vai continuar e teremos mais paz. Esta operação foi mais um passo para que Buriti volte”, finalizou ele.
Delegado Josemar Rocha em instrução à equipe da operação.

0 comentários:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para nós.

Pesquise