30 de jun de 2016

Mulheres lotam a câmara e repudiam Marcelo Menezes e Eduardo Sá, por conta de ataques a prefeita Belezinha

Antenor Ferreira
Fotos: Lucas Nascimento 

A sessão dessa quinta-feira, 30 de Junho, na câmara municipal de vereadores de Chapadinha, ficou marcada não apenas pela aprovação do Plano de Cargos e Carreiras dos ACS's e ACES's, como também por um ato de repúdio das mulheres chapadinhenses, aos parlamentares Marcelo Menezes (PRP) e Eduardo Sá (PRTB). 


Munidas de faixas e cartazes, dezenas de mulheres lotaram a galeria do Palácio Legislativo, exigindo o devido respeito dos parlamentares mencionados, que ao longo do atual mandato do poder executivo, teceram corrosivas críticas a prefeita Ducilene Belezinha (PRB), atingindo não apenas a imagem da mulher em si, como também ferindo o seu maior valor: a honra, segundo o que foi colocado por uma das manifestantes ao nosso blog. 

Numa das faixas as manifestantes estamparam: 

"As mulheres de Chapadinha exigem respeito dos vereadores Marcelo Menezes e Eduardo Sá". Vejam: 
Manifestantes repudiam ataques de Marcelo Menezes e Eduardo Sá 

Noutras as manifestantes diziam que "homem de verdade respeita as mulheres" e que "as mulheres estão ocupando seu espaço na política e merecem ser tratadas com respeito e igualdade". 

Mulheres lotam galeria da câmara, para repudio contra a agressão do público feminino 
A manifestação pegou de surpresa os parlamentares e demais pessoas no recinto. 

Marcelo e Sá preferiram manter o silêncio e não se manifestaram. O primeiro é sem dúvida alguma o campeão no uso de termos pejorativos e chulos, contra a líder do executivo, obviamente resguardado pelo preceito da imunidade parlamentar. 

O certo é que as chapadinhenses mostraram aos edis que não mais aceitam esse tipo de postura, dentro da casa do Povo. 

Aguardaremos algum posicionamento dos parlamentares, na próxima sessão. 

Um comentário:

  1. ESTAVA PRECISANDO DE UMA MANIFESTAÇÃO DESSE TIPO A MUITO TEMPO.esses dois vereadores não tem nem um respeito e nem preocupação pela população,não merecem o salario que o povo paga a eles,a unica arma pra mudar isso é o voto.

    ResponderExcluir

Sua participação é muito importante para nós.

Pesquise