4 de abr de 2016

Eduardo Sá apresenta projeto de lei que proíbe a distribuição de material didático com ideologia de gêneros, em escolas públicas de Chapadinha

Projeto foi apresentado durante sessão da última quinta-feira, 31

Antenor Ferreira 

Em prol da manutenção da família. Essa frase identifica a ação do vereador Eduardo Sá (PRTB), que na sessão do último dia 31, apresentou a mesa da câmara de vereadores de Chapadinha/MA, o projeto de lei de Nº 04/2016, que veda a distribuição, exposição e divulgação de material didático, que abordem a ideologia de gênero, em escolas da rede pública do município. 

Vereador Eduardo Sá. Foto: arquivo 
Na justificativa do projeto, o parlamentar destaca que "a educação moral, principalmente sexual, é de competência exclusiva da família e não do estado", acrescentando que "os pais têm direito de conduzir a educação dos filhos". 

Para o parlamentar ao chegar a vida adulta é que os filhos poderão fazer tais escolhas, com "consciência e responsabilidade". Afirma o parlamentar em sua justificativa. 

Ao usar a tribuna, Eduardo Sá destacou que os pais de alunos de escolas públicas estão reféns de decisões do estado, que violam a relação com seus filhos. O parlamentar mencionou que não quer que suas filhas percam sua inocência, haja vista os materiais didáticos que estão chegando em algumas escolas públicas do país, que de maneira precoce erotizam as crianças. 

Eduardo menciona que essa preocupação deve ser estendida ao nosso município, o que fez necessário a elaboração do projeto, o qual ele espera que seja sancionada pelo executivo. 

0 comentários:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para nós.

Pesquise