3 de mar de 2016

Rrevoltado com separação, padrasto estupra enteada na frente da ex-mulher

Criminoso ainda não foi encontrado pela polícia



Do R7


Paulo Santana da Silva, de 39 anos, é acusado de abusar sexualmente da enteada de 17 anos na frente da ex-mulher. Após o crime, que aconteceu na casa da família, em São Paulo, o criminoso fugiu e ainda não foi encontrado pela polícia.


De acordo com a mãe da vítima, dona Jaci, as agressões começaram na segunda gravidez e ficaram cada vez mais constantes ao longo dos anos. 

Dona Jaci apanhou inúmeras vezes e denunciou o marido na delegacia duas vezes. Mesmo com a medida protetiva da Justiça, nada foi feito para proteger mãe e a filha. O relacionamento acabou por conta das agressões na ex-mulher e também por causa dos abusos na enteada de 17 anos.

Havia três semanas que o casal estava separado oficialmente, mas Paulo parecia não aceitar o fim do relacionamento. Querendo vingança, o criminoso planejou o último ataque. 

Paulo estava dormindo temporariamente na casa da irmã, mas voltou para a casa da ex-mulher com a promessa de que iria mudar. No dia do crime, o ex-marido de Jaci esperou todo mundo dormir para colocar seu plano em prática. 

Armado com uma faca, Paulo foi até o quarto onde estava dormindo a ex-mulher e a enteada. Ele trancou a porta e começou a abusar sexualmente da jovem. 

Dona Jaci ficou em choque com a cena e desmaiou. Quando acordou, uniu forças com a filha para retirar a faca da mão do criminoso. Para ninguém sair ferido, a enteada jogou a faca pela janela. Paulo continuou ameaçando e agredindo as mulheres, mas como estava desarmado, pulou a janela e fugiu. 



0 comentários:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para nós.

Pesquise