9 de mar de 2016

DEMÔNIO: Mãe degola a própria filha de apenas 3 dias de vida e diz: "Queria me livrar dela"


Uma mulher de 41 anos foi detida nessa segunda-feira, 07, como a principal suspeita de ter degolado a própria filha, que havia nascido na última sexta-feira, 04. O crime bárbaro foi cometido no quintal da família, no Jardim Panorama, na cidade de Ponta Grossa, Paraná. 


A suspeita chama-se Maria Geni Lourenço de Oliveira. Ela e a filha, teriam recebido alta do hospital por volta das 13h de domingo, 06. 

Segundo informações do jornal “Diário dos Campos”, Maria Geni confessou o crime em depoimento à polícia, e também revelou que vinha pensando desde o momento em que chegou em casa, como é que iria “se livrar” da filha. Por volta da meia noite de segunda, ela levou a recém-nascida para fora da casa, a colocou sobre um toco de árvore e usou uma faca de açougueiro para cortar sua cabeça. Depois, utilizou um saco plástico para descartar os restos mortais do bebê.

Suspeita Maria Geni 
A Polícia Militar (PM) foi avisada por meio de uma denúncia anônima. Detida, ela indicou onde havia deixado o corpo. A acusada também informou que fazia tratamento psicológico há quatro anos, mas interrompeu o uso de medicamentos controlados devido à gestação. Maria Geni já tinha dois filhos, uma garota e um rapaz de 18 anos. O bebê seria fruto do relacionamento com um caminhoneiro que não quis assumir a paternidade.

Com informações extraídas do Blog ANB Online 

0 comentários:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para nós.

Pesquise