20 de fev de 2016

Na câmara Francisca Aguiar cobra complementos para saúde e Braga crítica ataques de Marcelo ao governo

Antenor Ferreira 

A câmara municipal de vereadores de Chapadinha realizou mais uma sessão, na tarde dessa quinta-feira, 18. 

Mesa diretora da sessão da câmara, em sessão da última quinta-feira, 18
Dentre as matérias colocadas em pauta estava um ofício do poder executivo, pedindo o uso o plenário da casa, para audiência de prestação de contas públicas do município, no próximo dia 26 de fevereiro. 

A mesa da casa também recebeu um relatório do Ministério Público (MP), assinado pelo promotor de justiça Douglas Norjosa, com as ações desempenhadas ao longo do último ano. 

Também fora apreciado uma indicação de autoria do vereador Manim Lopes, que pede a disponibilização de transporte escolar para alunos do povoado Morada nova, que estudam na comunidade Malhada dos Franceses, zona rural do município. 

A sessão também contou com a "Tribuna Livre", onde foi ouvida explanação do senhor Genival Santos, idealizador do projeto Mesa Farta, prestando conta das ações do projeto no município e região. 

Genival Santos 

Usando a tribuna da casa o vereador Marcelo Menezes relatou um lamentável fato ocorrido no município de Brejo, distante 72 km de Chapadinha. Uma criança foi picada por uma cobra e tardiamente foi levada para o HAPA, em Chapadinha e hoje encontra-se em estado grave, em São Luís. 

Marcelo Menezes 

O parlamentar teceu críticas ao governo e acusou a prefeita Belezinha de ter usado dinheiro do FUNDEB para bancar o carnaval 2016, declaração que foi rechaçada por colegas parlamentares, como podem conferir adiante. 

Outro discurso marcante foi o do vereador Nonato Baleco, que destacou reunião ocorrida com membros da LEC - Liga Esportiva de Chapadinha, lamentando a ausência de algumas atividades esportivas no município. Ele teceu elogios a gestão de Magno Bacelar, dizendo que o ex-prefeito causou uma verdadeira revolução no município. 

Nonato Baleco 
Baleco chegou a declarar: 

"A gente era feliz e não sabia", afirmação que deixou as claras uma possível aliança com o ex-prefeito, que até pouco tempo era seu arquival, como todos bem sabem. 

Ele encerrou parabenizando o deputado Levi Pontes, que na data comemorava mais um ano de vida. 

A vereadora Francisca Aguiar iniciou falando da epidemia que atinge o município, pedindo pra que todos tenham fé, que não desanimem em meio as diversidades encontradas. Ela falou que o vírus Zika, a chikungunya e a Dengue, são hoje a principal ameaça do país, acarretando filas em busca de atendimento, por todos os lugares. Ela destacou a pré-candidatura da presidente Márcia Gomes, citando que é um direito de qualquer cidadão e que cabe ao povo escolher quem é merecedor de os representá-lo. 

Vereadora Francisca Aguiar 
Francisca Aguiar relembrou sua opinião quanto o carnaval, mencionada em sessão anterior, quando afirmou que preferia que o recurso destinado ao evento fosse aplicado na saúde, no entanto o povo preferiria os dias de festa. Ela afirmou de maneira categórica que nem um centavo da saúde foi usado para o carnaval, bem como da educação, pois isso não é permitido. 

"O que tá faltando pra saúde é complemento, mais ajuda, mais fortalecimento, vindo do governo Federal, vindo do governo Estadual". comentou. 

A parlamentar disse que dados repassados por profissionais da saúde dão conta que o HAPA está atendendo mais de 500 pessoas por dia, por conta da demanda de municípios vizinhos, mencionando a demora no atendimento a criança vítima de picada de cobra em Brejo, que foi recebida já em situação grave e encaminhada as pressas para São Luís. 

Sobre a reação alérgica em criança do bairro Areal, a parlamentar disse que esse é um caso raro de alergia, acrescentando que a medicação aplicada na criança é a adequada para a enfermidade que ela apresentava e disse confiar no trabalho dos médicos e enfermeiros que atenderam a criança. 

Francisca Aguiar encerrou dizendo que em conversa com médicos e profissionais de outros municípios, foi relatado a ela que mesmo com todos os problemas, Chapadinha ainda é a detentora do melhor sistema de saúde da região. 

BRAGA CRÍTICA MARCELO

Como último orador da casa, o vereador Eduardo Braga teceu críticas aos ataques do colega Marcelo Menezes, contra o governo municipal, quando esse acusou a prefeita Belezinha de ter usado recursos do FUNDEB, para a promoção do carnaval 2016. 


Eduardo Braga 
O parlamentar mencionou a necessidade de deixar bem claro que isso não é acusação dos vereadores de oposição, mas sim de um único edil: 


"Eu nunca disse que carnaval foi pago com dinheiro da educação. Não vale dizer aqui que foi gasto o dinheiro do FUNDEB no carnaval, sem ter fundamento algum. Temos que ter responsabilidade em nossas acusações". Afirmou 
Braga destacou que a prefeita hoje está fazendo exatamente a obrigação dela e quanto os professores mencionou que defende a política de valorização profissional.

"Eu quero aquele ajuste que sai no contra cheque e fica a vida toda. A politica do abandono é a velha tática de tirar o dinheiro do trabalhador e fazer um favor. Abono não é valorização profissional". Disse

O parlamentar destacou ainda a polêmica envolvendo criança que teve reação alérgica, cobrando esclarecimentos da prefeitura e por último disse que ele e o também petista Manim, defendem candidatura própria no município. 


Em suas considerações finais a presidente da casa, Márcia Gomes, agradeceu a presença de todos, acrescentando que realmente está partindo para as eleições de 2016, reafirmando sua pré-candidatura e elogiando a administração do ex-prefeito Magno Bacelar.
Márcia Gomes 

0 comentários:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para nós.

Pesquise