20 de jul de 2015

Cientistas descobrem planeta que pode ser ‘irmão gêmeo’ da Terra

A Nasa anunciou que foi identificado, pela primeira vez, um planeta que existe em uma área do espaço considerada “habitável”: o Kepler 22B.


Do G1

Foto reprodução 
Sabe aquela pergunta batida, mas que todo mundo já se fez um dia – será que existe vida fora da Terra? Cientistas americanos deram uma nova pista. Eles encontraram um planeta que pode ser uma espécie de irmão gêmeo do nosso. Foi a primeira descoberta desse tipo numa região do universo que pode ser considerada habitável.
Ainda não se sabe se o solo é firme, pastoso ou até mesmo se ele existe. Pode ser que seja apenas uma grande bola de gás vagando no espaço. Mas seja lá que tipo de mundo estiver em órbita da estrela Kepler 22, a 600 anos luz de distância da Terra, ele já entrou para a história da exploração espacial.
Nasa anunciou que foi identificado, pela primeira vez, um planeta que existe em uma área do espaço considerada “habitável” pelos cientistas: o Kepler 22B. A temperatura lá é parecida com a que temos na Terra. O ano tem 290 dias, e o planeta é só 2,4 vezes maior do que a Terra.
Por enquanto, existem mais perguntas do que respostas. A única certeza mesmo é a de que o planeta está lá. O observatório Kepler, lançado ao espaço em março de 2009, usa o brilho de 150 mil estrelas conhecidas como “contraluz”. Quando outra estrela ou um planeta passa pela frente dos “faróis espaciais”, o telescópio é capaz de coletar centenas de informações sobre o que está fazendo sombra em suas lentes.
Assim, o projeto Kepler já descobriu novos planetas e estrelas pelo universo. Mas esta é a primeira vez que enxergamos, lá longe, um lugar parecido com nossa casa.

0 comentários:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para nós.

Pesquise