5 de jun de 2015

Mulher confessa traição e mata marido a facadas na frente dos filhos

Suspeita confessou crime e disse que agiu em legítima defesa

Do R7, com Record Minas

Uma mulher foi presa em flagrante após matar o marido na frente dos filhos em Elói Mendes, no sul de Minas Gerais. Patrícia Mendes dos Santos, de 29 anos, confessou o crime.
Patrícia Mendes confessou ter matado Marcos Marcelino dos Santos durante uma briga na casa do casal em Elói MendesRecord Minas

— Ele me ameaçou e veio com uma faca para cima de mim. Então, eu corri na cozinha, peguei uma faca e enfiei nele. Mas, eu não enfiei para matá-lo. Eu não tinha intenção nenhuma de matá-lo.
A briga aconteceu na casa onde o casal morava e teria começado quando Patrícia contou a Marcos Marcelino dos Santos, de 40 anos, que tinha se envolvido com outro homem durante um período em que eles ficaram separados. 
Conforme a Polícia Civil, neste momento, Santos teria ficado muito nervoso, pegado uma faca e partido para cima da mulher. Já ela, para se defender, pegou outra faca e atingiu o peito do companheiro. A vítima ainda chegou a ser socorrida até o Hospital Nossa Senhora da Piedade, mas não resistiu aos ferimentos.
Toda a briga aconteceu na frente de três filhos de Patrícia - um menino de nove anos, uma garota de 11 e um bebê de um ano e cinco meses. 
— Eu fiz para defender a mim e aos meus filhos porque eu senti que ele ia me matar aquela noite. As crianças estavam gritando na porta do quarto, ele me empurrava no chão e eu fiquei sem saber o que fazer.
A suspeita vivia com a vítima há cerca de um ano e meio. Ela conheceu o companheiro por uma rede social quando estava grávida do filho mais novo e Santos decidiu registrar a criança como seu filho. 
Mas, segundo testemunhas, as brigas entre o casal eram frequentes e, conforme Patrícia, ela já tinha sido agredida pelo companheiro anteriormente.
— Ele já chegou a me bater várias vezes quando a gente discutia. Ele já chegou até a me enforcar uma vez e me ameaçava de morte dizendo que se eu não ficasse com ele não ficaria com mais ninguém.
Durante o velório de Santos, um irmão dele, Carlos José do Nascimento, confirmou que o relacionamento do caral era bastante conturbado. 
— Eram 15 dias na casa dela e 15 na casa dos meus pais. Sempre foi um relacionamento tumultuado.

0 comentários:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para nós.

Pesquise