8 de jun de 2015

Emocionante: Jovem conhece homem que recebeu rosto do irmão em transplante

Mais de 140 profissionais participaram da operação que é raríssima e arriscada. Resultado foi um feito incrível na história da medicina.



Duas pessoas que nunca se viram na vida. Duas tragédias que se cruzaram de maneira inesperada. E um momento que jamais será esquecido. A história de um encontro emocionante.
Três anos atrás, a americana Rebekah recebia uma notícia terrível. O irmão dela, de apenas 21 anos, tinha morrido atropelado. O rosto de Joshua, que ela tanto conhecia, ela não poderia tocar nunca mais.
“O mais difícil foi ver meus pais passarem por aquilo, com o filho deles”, lembra Rebekah.
Tiro no próprio queixo
Naquele mesmo dia, Richard ouvia uma notícia que esperava havia muito tempo. Ele ia receber um novo rosto. Quinze anos antes, Richard chegou em casa bêbado e, durante uma discussão, deu um tiro no próprio queixo. Ficou completamente desfigurado.
“Eu não me reconhecia quando me via no espelho.”, conta Richard
Os médicos viram que os traços de Joshua e Richard eram parecidos. Finalmente havia chegado a hora de tentar um transplante facial. Uma operação raríssima e extremamente arriscada. O rosto do irmão de Rebekah ganharia um novo dono. E Richard começou a sonhar com o que parecia impossível: voltar a ter uma vida normal.
Se escondendo dos 22 aos 37 anos
Os pais de Richard contam que dos 22 aos 37 anos, ele seguiu seus dias se escondendo dos outros.
“Daqui para baixo, tinha saído tudo.”, lembra a mãe de Richard.
Como a língua ficou destruída, o Richard não conseguia falar e se alimentava por um tubo conectado ao estômago.
“Quando vinha alguém em casa, ele não se sentava na mesa com a gente.”, conta o pai de Richard.
Só saía na rua de máscara.
Mãe procurou solução na internet
“Eu me perguntava: ‘o que eu devo fazer? o que eu posso fazer?’”, lembra a mãe de Richard.
Desesperada, a mãe se dedicou a procurar uma solução na internet. E descobriu a equipe do cirurgião plástico Eduardo Rodriguez.
“Não tenho ideia de como ele voltaria a se relacionar com as pessoas, se eu não ajudasse ele.”, diz o médico Eduardo Rodriguez.
“Foi então que eles perguntaram se a gente poderia doar o rosto do meu irmão para alguém. Fiquei pensando em alguém andando por aí se parecendo com ele. Como seria isso?”, conta Rebekah.
“A família poderia ter facilmente negado, mas eles escolheram o contrário.”, lembra Richard.
Chances de não resistir eram altas
A decisão de seguir com a cirurgia não foi fácil. As chances de Richard não resistir eram altas: 50%.
“Eu tive medo de perder ele.”, revela o pai de Richard.
Até então, cerca de 20 transplantes de rosto já tinham sido feitos no mundo. Mas nenhum tão complexo como este: a pele do doador foi cortada um pouco acima das entradas da testa. As sobrancelhas, parte da estrutura óssea, incluindo o queixo, e a pele do pescoço foram retiradas e encaixadas no rosto de Richard.
“Não tinha plano b. O fracasso não era uma opção.”, conta o médico.
Richard passou 36 horas na mesa de operação. A equipe teve que se dividir em turnos. Mais de 140 profissionais participaram do processo. O resultado foi um feito incrível na história da medicina.
“Quando me vi pela primeira vez, comecei a tocar meu rosto. Eu não encontrava as palavras.”, relembra Richard.
Recuperação surpreendente
Depois de 15 anos de sofrimento, Richard deixou de ser um homem desfigurado, sem vida, para ter de volta um rosto normal.
O Richard ainda tem dificuldade para falar, mas a recuperação foi surpreendente. A pele do doador se adaptou tão bem, que hoje ele precisar até fazer a barba. E a vaidade tem motivo. O Richard está apaixonado.
“Eu fico mais feliz quando estou com ela. Isso se chama amor.”, afirma Richard.
“Eu te amo”, diz Melanie.
“Eu te amo também.”, responde Richard.
Melanie leu a história de Richard no jornal e ligou pra ele. Ela conta que no primeiro encontro ele estava tremendo de nervoso. Mesmo assim tentou roubar um beijo.
Melanie: Na bochecha.
Richard: Mas eu consegui!
Melanie: Conseguiu.

Encontro com a irmã de Joshua
Os dois estão namorando firme e ela já faz parte da família. A felicidade vivida hoje em dia, ele deve em grande parte à família de Joshua. Uma família que Richard nunca tinha agradecido ao vivo. Até que Rebekah decidiu ir até ele. O encontro foi registrado por uma TV australiana.
Richard: Como você está?
Rebekah: Oi tudo bem? Tô bem.
Richard: Tô feliz de te conhecer.
Rebekah: Tô feliz também. Posso tocar (o rosto)?
Richard: Claro que pode.
Rebekah: Meu Deus.
Rebekah: É incrível! Esse é o rosto que eu cresci vendo. Ele foi embora mas continua aqui. Eu vejo o Josh, eu vejo. Obrigada, obrigada.

Rebekah e Richard se abraçaram.
Richard: Obrigado não é suficiente. Não tem palavras para descrever quão grato eu sou a essa família.
A mãe de Richard também se emociona.
Mãe de Richard: Eu sei que o nosso dia mais feliz foi o seu dia mais triste, e a gente sofre por vocês.
Rebekah: Obrigada.
Mãe de Richard: Corta meu coração saber que vocês tomaram essa decisão.
Rebekah: Eu só imagino como vocês se sentiam vendo o filho de vocês vivendo daquele jeito. E a gente tinha nas mãos a chance de devolver a vida a ele. A gente não podia deixar de fazer isso.

O Richard toma vários remédios para evitar a rejeição dos tecidos transplantados. Um preço baixo para quem ganhou a chance de uma vida nova.
Melanie: Eu olho para ele e vejo uma pessoa normal.
Richard: É tudo que eu sempre quis ser. Uma pessoa normal.

0 comentários:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para nós.

Pesquise