23 de jun de 2015

Em São Paulo travesti é espancada até a morte por grupo de homens

David Laurentino Araújo, travesti conhecido como Laura Vermont, de 18 anos, morreu após ser espancada na zona leste de São Paulo, na madrugada deste sábado (20).
De acordo com testemunhas, a vítima apanhou de um grupo de homens próximo a um posto de gasolina na região de Vila Nova Curuçá. A Polícia Militar informou que foi acionada para uma ocorrência de agressão e, segundo a PM, quando os policiais chegaram ao local encontraram Laura ensanguentada.
Ainda segundo a PM, a vítima tomou a direção da viatura policial, que estava ligada, e fugiu. No entanto, Laura teria batido o veículo poucos metros depois no muro de um prédio.
A travesti saiu do carro e continuou tentando fugir, mas acabou caindo e batendo a cabeça na lateral de um ônibus. A jovem tinha ferimentos de cortes no couro cabeludo, hematomas nos membros inferiores e perfurações no membro superior esquerdo, segundo a PM.
A família de Laura conta que a jovem saiu de casa por volta de 21h de sábado avisando que iria até um bar. No entanto, por volta de 4h50, um conhecido da família entrou em contato com eles afirmando ter passado pela avenida e avistado Laura sendo agredida.
Os pais foram imediatamente até o local, que fica a cerca de 900 metros de distância da casa onde moram, e encontraram a vítima ensanguentado em meio aos policiais militares que atendiam à ocorrência. A jovem foi levada para o Hospital Municipal Prof. Dr. Waldomiro de Paula, mas não resistiu aos ferimentos.
DO R7, COM EDIÇÃO DO GI PORTAL

0 comentários:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para nós.

Pesquise